counter free hit invisible

Quem é Beatriz de Paula Souza?

By maio 25, 2017Entrevistas

 

Foto-da-autora

Há muito venho percorrendo caminhos e descaminhos nas terras da Educação. Primeiro por acaso, porque nelas caí meio de paraquedas: o primeiro emprego que consegui, depois de me formar psicóloga, foi nas escolas da Prefeitura de minha cidade, São Paulo. Mas depois, porque elas me apaixonaram. Ao longo de mais de três décadas, seus cenários, cenas e principalmente habitantes, participam de minha vida, deixando marcas.

Elas têm me explodido em palavras. Escrevi textos, organizei livros. Sempre em uma linguagem em que a racionalidade dá o tom, embora a sensibilidade se faça presente o tempo todo. É um tipo de escrita que tem um papel importante; ajuda a pensar e a fazer Educação. E Psicologia.

Em Histórias de Educação: viagens e “viagens”, apresento uma explosão em palavras de um outro tipo, que me aconteceu: a contação de histórias. Desta vez, quem dá o tom é a sensibilidade. Creio que essas narrativas me brotaram para dar vazão a comunicações de que só elas são capazes. E das quais tenho menos controle, pois fluem mais diretamente da alma.

Sem querer, vieram de diferentes cantos do planeta azulzinho. Talvez porque viajar de coração aberto faça viajar em muitos sentidos.

Quero contar que tenho tido experiências muito boas utilizando algumas das minhas histórias como ponto de partida para aulas. Verifico que, talvez por falarem de pessoas, dão concretude e humanidade a temas que as perpassam, favorecendo a percepção de seu enraizamento na vida.

Deixe uma resposta